Nem o sexo a safa

Eu nunca tinha lido uma linha escrita por ela, e sei que para amostra isto é curto. Mas, que diabo, dá para ver a ideia (é só uma), o estilo e a forma como encafua as palavras. Eu não quero parecer presunçoso, mas, quanto a mim, a mulher escreve mal. Ou melhor, o que eu queria dizer era que, não escreve nem melhor nem pior que a generalidade das pessoas, simplesmente, num país culturalmente desenvolvido, nunca teria como profissão ser escritora.

[ já agora, já tinham ouvido falar do “Sol”? Jornal?, qual jornal?, estou a falar desta plataforma de blogues. Ora espreitem lá e vejam quem por lá mora ]

Anúncios

4 responses to “Nem o sexo a safa

  • karla

    Encafua as palavras e as ideias, banais, por sinal.
    Um post que é “apenas mais um” (*) entre milhares que são escritos todos os dias, por outros tantos anónimos.

    (*) Caro Zé :)
    não se trata de nenhuma analogia entre este e o outro blog.

    Gostar

  • maria arvore

    Essa marca ;) vendeu muito no seu primeiro livro em que colocou gente bem, com boas carreiras, a dizer uns palavrões ao vivo e a cores e agora, é como no ditado “cria fama e deita-te a dormir”.
    Os outros que lá estão são as personalidades da praça que ainda não tinham blog e assim como assim, já não ficam infoexcluídos/blogoexcluídos.
    Não me parece que essa plataforma tenha alguma coisa nova debaixo.

    Gostar

  • Hipatia

    Já passei pela fase de achar que é preciso “disto” para dar vontade a alguém de desfolhar algo com mais substância e qualidade. Agora simplesmente já nem acho nada: ponho de lado, como qualquer cromo repetido, vazio de ideias novas…

    Gostar

  • vague

    Se tivermos como referência os blogs q frequentamos mais e acho q podemos falar num padrão de qualidade bom (q há de tudo, claro) acho q ela escreve mal.

    No entanto ‘ a generalidades das pessoas’ não escreve bem, se englobarmos precisamente um universo mais vasto que a blogosfera, q sendo imensa, é um segmento restrito da net (e na net se há erros de ortografia e outros e na comunicação social q credo).

    A MRP não tem chama, e isso é q faz um escritor para além do bom domínio da técnica. É o voo q se sente, a fluidez, a versatilidade, o caminho, a evolução. Li 1 livro dela, comecei outro, mas a repetição, a fórmula q continua a vender (quem compra? os q escrevem como ela? não, os q escrevem pior, logo ela escreve melhor q mta gente mesmo assim) enervam e realmente não se aprende nada. Não se sai mais cheio e 1 livro serve ou não para além d te esvaziar 1 pouco a carteira, para te elevar a alma? :P

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: