o turno do alvorecer, entre mallorca e ibiza

madrugadade-mallorcaaibiza.jpg

Esta travessia foi diferente das outras. Dividimo-nos entre adultos e crianças e pela primeira vez tive como companheiros de turno os meus filhos. Interrompidos do sono por vontade própria ali se aguentaram no poço durante horas a fio, embalados comigo pelo planar calado e escuro do casco.  De madrugada, enramelados, foram eles que içaram o sol nas mãos enquanto deixávamos pela ré o silêncio cavo da noite.

Observo-os. Quase tão súbitos como a alvorada, o Francisco fez-se homem, e o Diogo bom marinheiro.

Anúncios

12 responses to “o turno do alvorecer, entre mallorca e ibiza

  • bill

    “Brilhante nascente que nuvens desfaz,
    Reúne a companha que bom tempo nos traz.”

    Gostar

  • Leão da Lezíria

    Zé, eu que não sou de me maravilhar com as artes do mar (gosto mais de esquis nos pés e de cordas à cintura a meio de uma parede meio escalada), quase me comovo (eu escrevi “quase”, um gajo não se comove com nada…) com esta deliciosa imagem de três homens do mar irmanados no mesmo objectivo, conhecendo ao mesmo tempo o preciso momento em que o dia nasceu. (Pois, um bocado abichanado, mas quis que soubesses que este post é enorme…)

    Gostar


  • de quem é isso Bill?, (continuas um oportuno declamador)

    obrigado Leão da Lezíria. devem ser restícios de um blog(ger) que já quase foi um dady-blog.
    (isto antes de ser comentador político, claro)

    Gostar

  • bill

    Não sei. É um provérbio antigo, talvez dum marinheiro anónimo.

    Como bem sabes as previsões meteorológicas não existiam. A sabedoria e experiência dos marinheiros gerou alguns provérbios que aliados a alguma superstição permitia “prever”, ou não, o estado do tempo e do mar de modo a poderem navegar com alguma segurança.

    olha outro… “Quando quiseres mentir, fala no tempo que há-de vir.”

    Gostar

  • catarina

    (eu nem tou aqui, que isto é coisa de homem)

    Gostar


  • Sei sim Bill, da falibilidade das previsões metereológicas. Hoje não: lá nas américas bem avisaram que este iria ser o verão mais quente dos ultimos anos e a gente está aqui que nem pode não é? ufff, que calor! faz meses já. (pelo menos dantes ainda tinham uns provérbios com graça para alegrar a malta o que era bem melhor que a CNN)

    É catarina, isto está um bocado tipo desportos radicais, mas a culpa é do leão das lezírias. (queres um saquinho para o enjoo?)

    Gostar

  • catarina

    Não era bem isso que eu queria dizer :)

    Gostar

  • bill

    Podes crer, vivam os antigos e os seus provérbios! Aqui no tasco à conta desses Novos mais as suas previsões calibraram a trampa do ar condicionado pela bitola e agora não atinam a regular pelo real, há uma semana que gramamos aqui um frio de rachar… anda tudo ranhoso e a fungar!

    Gostar

  • susana

    empresta aí o lencinho. :’)

    Gostar

  • cansado « A p e n a s + 1

    […] agora parar, e poder ir … até aqui. Zarpar. Bastariam um ou dois dias, um turno da noite, uma bolina bem lançada . Depois enrolava […]

    Gostar

  • colectando « A p e n a s + 1

    […] Ana, lá para o painel de fotos do mar que queres arranjar, achas que ficavam mal umas palavrinhas a situarem o momento, enfim, uma coisa assim um bocado de pai amaricado, como esta por exemplo, entre maiorca e ibiza? […]

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: