um dia escrevi isto:

da distância da morte 

São mais cavadas as saudades daqueles a quem já não podemos mais tocar, (mesmo que ainda ontem o tenhamos feito), do que as que sentimos por aqueles que sabemos poder sempre voltar a ver, (ainda que porventura isso possa nunca acontecer).

O que torna a ausência mais difícil de suportar não é a distância que a afasta, nem o tempo em que perdura, mas sim o sabê-la insuperável.

e é tão verdade


One response to “um dia escrevi isto:

  • nikonman

    É verdade!
    Há uns anos escrevi na minha Praça:
    “Pode ter-se saudades do que está perto?
    Porque é que ainda não partiste e já sinto saudades?”

    Daí que a ausência é bem pior que a distância.
    Quando se trata da morte, é uma saudade eterna.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: