Monthly Archives: Agosto 2007

um dia escrevi isto:

da distância da morte 

São mais cavadas as saudades daqueles a quem já não podemos mais tocar, (mesmo que ainda ontem o tenhamos feito), do que as que sentimos por aqueles que sabemos poder sempre voltar a ver, (ainda que porventura isso possa nunca acontecer).

O que torna a ausência mais difícil de suportar não é a distância que a afasta, nem o tempo em que perdura, mas sim o sabê-la insuperável.

e é tão verdade


delicioso

ilu_75_moon.jpg

vale a pena ir ver o resto no fabuloso espaço do Raim


%d bloggers like this: