o mundo visto em bonequinhos por LCD’s

Quando há um problema comportamental na nossa sociedade a culpa é dO aluno malcriado. Já a responsabilidade é do ‘sistema’ quando porventura são oS professores que falham.

Quando incidentes que sempre aconteceram dentro da sala de aula por evidente incompetência pedagógica* e insciente uso da autoridade* são amplificados e distorcidos pela comunicação social para alimentar performances festivalescas à hora de jantar, aí sim, há um problema quando quer ‘culpados’ quer ‘inocentes’ não vêm nisso um problema.

* «Numa das reuniões do conselho executivo, a professora Adozinda Cruz confirmou que autorizou os alunos a manterem os telemóveis ligados, permitindo-lhes que ouvissem música. Patrícia terá extravasado a ordem atendendo uma chamada da mãe.» – episódio de notícia vinda a público no “correio da manhã” e no “público” de que tomei conhecimento no blogue do FJV.

PS: Eu sei que abordar questões tão emergentes e importantes como esta sai fora do estilo alegre, alheado e pueril deste blog mas, caramba, nunca li tanto enviezamento da realidade como o que já se escreveu sobre um incidente que noutros tempos se teria resolvido com um bom par de estalos , isto claro se a professora não fosse tão incompetente ao ponto de o ter provocado. (Ai, desculpai: claro que não, claro que não há professores incompetentes, o que há apenas é alunos mal educados.)

 

PS2:   Leio agora um comentário colocado no blog citado que me ajuda a perceber melhor esta (nada linear) questão:

“A autoridade de um professor não pode assentar no seu estado de espírito, no seu talento ou em qualquer outra idiossincrasia pessoal.
(…)
A verdade é que a autoridade tem que emanar da instituição que o professor serve e representa. Só essa autoridade, igual para todos, é educativa, justa e livre de abusos.
Ora, este governo, pelo desprezo que tem mostrado pelos professores, por ter posto a sociedade contra eles e por ter dificultado até ao absurdo o processo de castigar os alunos, minou completamente essa autoridade institucional.

E o professor ficou sem poder nenhum que o sustente
.”
(bold meu)

Pois, eu logo vi, eu logo vi de quem era a culpa !!!

Anúncios

10 responses to “o mundo visto em bonequinhos por LCD’s

  • susana

    a culpa, claro, é do governo. sempre do governo. e eu que até tenho uma dor aqui…

    Gostar

  • bolama

    caramba, já não bastava aturar com a história da aluna e da stora nos blogs olivalenses e até aqui levo com ela – a culpa é do governo, claro

    Gostar

  • Pedro Venâncio

    Como leitor fiel deste blog gostaria de propôr a realização aqui de um inquérito sobre esta temática: a culpa é dos pais da miuda, dos pais da professora, dos pais do governo, dos pais da sociedade ou dos pais do sistema? (se precisar de ajuda técnica eu tenho um amigo que percebe destas coisas de inquéritos nos blogs)

    Gostar

  • Mazda

    Por mim a culpa é dos paparazis ( não sei como se escreve), sempre houveram problemas desses e nunca foram falados com tanta frequência e provavelmente até foram recriminados etc…
    Também lembro-me de apanhar reguadas e ficarem todos na boa ( menos eu, claro)…
    Não há mais nada para falar e qualquer coisa serve.
    Para não falar da história dos direitos dos menores… sempre que me zango com o meu filho ele diz que vai fazer queixa ao tribunal de menores…
    Tenho mais que fazer do que ligar a esses espetáculos!!!
    Mas não me chateia…cada um per si, apenas dei a minha opinião

    Gostar

  • duarte

    interessante será também analisar o rapazola que filma o acontecimento. está tão concentrado na sua tarefa “jornalística” que apenas intervém e se exalta quando alguém se atravessa à frente da câmara.
    Terá pensado imediatamente no you tube ou até no valor a pedir às televisões pela “peça”?
    o que era necessário era um bom plano…
    o resto? o resto não era nada com ele!

    Gostar

  • Ana

    olaaa….
    estive por aqui…adorei seu espaço…
    sem sua licença, copiei ideias…
    admirei a leveza..
    voltarei sempre..
    me visita…

    Gostar

  • TalvezTeEscreva

    Já li o quarto comentário [Mazda/Margarida]
    várias vezes e confesso-me estupefacta.

    Gostar

  • Margarida

    Porque TalvezTeEscreva? O que quis dizer é que não há culpados gerais e estas coisas existem há muito tempo mas só agora são referidas pela tv mais para fazer filme do que para corrigir… se bem que dificilmente se corrige algo qdo não se sabe onde começa, quem começa e principalmente qdo não é linear… O respeito tem de ser mútuo e não unilateral!!!

    Gostar

  • TalvezTeEscreva

    «[…]Para não falar da história dos direitos dos menores… sempre que me zango com o meu filho ele diz que vai fazer queixa ao tribunal de menores…
    Tenho mais que fazer do que ligar a esses espetáculos!!!
    Mas não me chateia…cada um per si, apenas dei a minha opinião».

    «[…]dificilmente se corrige algo quando não se sabe onde começa, quem começa e principalmente quando não é linear… O respeito tem de ser mútuo e não unilateral!»

    Mazda/Margarida, sem querer entrar em polémicas, importa-se de se reler e de se ouvir a si própria?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: