“Até onde vais com 1000 €?

 

Este blog começa assim a 1 de Janeiro deste ano:

2 amigos
2 bicicletas (emprestadas e de supermercado)
1000 euros cada um
Objectivo: Dakar
Até onde será que vão com 1000 euros?

Depois os dois amigos partem e o blog segue contando a sua singular aventura. O blog ainda não se cumpriu, porque estes dois companheiros ainda não voltaram (hoje estão em Zouerat, na Mauritânia, a caminho de Dakar, e já só têm 200 euros), e por isso, após quase cinco meses, nele se continuam a reunir regularmente as suas epopeicas crónicas da viagem.

 

Na brecha de tempo em que acabei o curso e ainda não me tinha comprometido profissionalmente cheguei a agendar com um colega a nossa viagem no Transiberiano. Nunca a cheguei a fazer e embora hoje não dê importância de relevo a isso sei que sobra daí um travo amargo que me irá acompanhar toda a vida. Por isso, quando vejo gente partir assim, rasgando o aconchego envolvente das nossas rotinas, torno-me um indefectível adepto. Tenho quase a certeza que convosco se passará o mesmo, porque em todos nós, com mais ou menos expectativas aventureiras, houve sempre uma viagem que, mais do que as outras, ficou por fazer.

Vão lá ver

[ à especial atenção do meu velho amigo Duarte – o viajante ]

Anúncios

8 responses to ““Até onde vais com 1000 €?

  • cat

    giríssimo! :)
    (eu confesso que, com 1000 euros, não ia muito mais longe que ao Corte Ingles…)

    Gostar

  • cat

    (e não ia muito longe no Corte Ingles, mas vá…)

    Gostar


  • fabuloso não é? já viste, com 100 mocas cada um e já vão nisto há quase 5 meses???

    (para vcs, miudas, ainda deve ser mais dificil de acreditar não? o comentário da de cá de casa nem foi sobre a evidente austeridade dessa condição, não foi a subnutrição nem coisas assim, foi um “que horror, será que estão há tanoa tempo sem tomar banho? é por isso que uma mulher nunca embarcaria numa coisa destas, só os homens é que conseguem, tanto tempo que horror!”, e eu claro, fiz boa fé no que ouvi. percebo o ponto de vista, embora (como gajo claro), não o tenha tido como o primeiro ponto de vista, … nem segundo, devo até reconhecer)

    Gostar

  • cat

    Pois é, incrível.

    (pois claro e isso do banho também me passou pela cabeça; mas um amigo meu – com quem até namorei um tempo, quando era miúda – fazia dessas, calcorrear mundo de trouxa às costas e – ok, ele não é português, talvez isso também conte – sei que NÃO tomava banho, portanto nem tenho dúvidas quanto a essa parte…)

    Gostar

  • Micas

    Obrigada pelo link. Adorei.
    (fez-me lembrar os meus inter-rails… com banhos, claro!)
    (ok, banhos ocasionais…)
    (fazia-se o que se podia….)
    ;-)

    Gostar

  • cláudia

    oh rapaz: eu tinha planeado fazer o transiberiano até à fronteira da china, depois mudava de coimboi e ia para o tibete, regressando pela rota da seda até à turquia.
    para isso trabalhei ano e meio. entetanto, fecharam a fronteira do tibete e (re)começaram as guerrilhas no médio-oriente.
    terás tu visto o programa “a rota da seda” para também ter semelhante ideia?

    Gostar


  • acho que este bicho é de antes da “rota da seda”, da própriamente dita, já nem falo do programa :)

    Gostar

  • bill

    …vou ali e já venho! (comprar um computador novo)

    como diria o outro: vai lá e volta que ainda me agarras aqui…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: