os trabalhadores do mar

 [na dura caça ao polvo - algures numa cala de uma das ilhas sarônicas,
talvez Spetses - Junho 2008]

6 responses to “os trabalhadores do mar

  • Micas

    assim não há condições. fotografias como esta deviam ser proibidas antes do dia 15 de Agosto.
    é o que se me oferece dizer….

    Gostar

  • jpt

    confesso que aprecio o verde quasi-índico. pena a multidão

    Gostar

  • Rita

    Aqui está mais uma fotografia que me transmite tranquilidade, luminosidade e alegria.
    A sua única “visitante” que está mais interessada nas fotografias do que nos textos deseja-lhe um bom fim de semana. :)

    Gostar

  • Duarte

    é impressão minha ou o polvo está ali nas rochas com óculos escuros a fumar um charuto de algas a rir-se que nem um perdido.

    Gostar


  • Concordo Micas, absolutamente

    Esta multidão faz toda a diferença JPT, de facto. Sem ela esta cala era apenas isso, uma cala, demasiado calada

    Obrigado Rita. Vejo alegria, mas no meu entender aqui, para encontrar a tranquilidade, com a multidão já referida, será necessário olhar lá (muito) mais para além, para a linha do horizonte

    Duarte, eu se fumasse um charuto de algas também era bem capaz de me rir que nem um perdido, sobretudo a molhar os pés (e ele tem oito!) nesta auguinha a 30ºC

    Gostar

  • tintacular

    não me traz boas recordações isto

    um dia o meu pai foi à caça submarina e trouxe um quadraticaquilhão de polvos

    comi tanto polvo nesses tempos que … sei lá

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: