Não sei porque volto

plufff1

 

Depois da interrupção disto um e mais outro blog se foram fechando. Sei – todos os dias há centenas deles que se fecham e outros tantos que se abrem, como num processo capilar – mas estes dois, por razões bem distintas, faziam parte da minha minúscula blogosfera. Eram dois de seis, talvez sete, um vazio demasiado grande para contornar na rotina deste espaço minúsculo das minhas leituras.

E voltar? Mas voltar para onde se o espaço que partilharia já não tem os vizinhos que escolhi e onde me permitia descansar do sufoco das minhas palavras? Voltar sozinho e depois devotar-me ao onanismo de me ler repetidamente? Voltar sozinho? Mas se era disso que fugia quando aqui cheguei?

 … desse tanto excessivo de mim.

Anúncios

Comments are disabled.

%d bloggers like this: