a preversão dos super-egos

Registo no outro blogue para cima de 500.000 visitas, aliás bem ostentadas lá no fundo daquilo. Acrescento as deste – para o qual parti depois, na tentativa de fugir dessa vaidade de querer ser lido – este onde me refugiei e de onde retirei todas essas maquinetas da interacção (aqui não há reciprocidades, aqui não se linka) e da estatística (aqui não se contam visitas, aqui supostamente não há a percepção da leitura) e assim perspectivando algum recato. Mas há um contador que é nativo desta plataforma e para o qual, contrariado, eu vou lançando esgares envergonhados. Somo tudo e concluo que um dia é bem possível que alcance no cômputo um milhão de visitas. E coro. Isto vai muito para além do número de pessoas que me escutarão por mais de 5 minutos em toda a minha vida. E irrito-me, com este que se finge ser eu e que se faz passar por mim usurpando as coisas da minha vida que ostenta vaidoso, prolixo, inconfidente e atrevido. Esse não sou eu, que eu não sou assim. A única parte que nos une é o facto de habitarmos as mesmas palavras. E, talvez, essa avidez de nos querermos compreender pelo lado de fora. Só que ele declara-o sem pejo.

Anúncios

8 responses to “a preversão dos super-egos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: