Monthly Archives: Novembro 2009

ando cá com uma vontadinha …

de recolocar este post * com que reiniciei este despautério de palavras quando cheguei a este gaveto ,

… só que agora será para o voltar a fechar!

ou então não, que bastava só aludir a esta parte:  “… fui aos poucos descobrindo que, se as palavras nos contam, também sobre nós mentem. Que, se as palavras sossegam, também nos desassossegam. Que, se as palavras nos impelem para ainda mais dentro de nós, assim mesmo também nos podem asfixiar. Que, se as palavras nos serenam, afinal também nos podem enfastiar profundamente … E disso, de me ver assim menos que as palavras, hei-de fugir sempre, saltitando recomeços, uma e outra vez, tantas quantas forem necessárias para apagar indícios do que sei que não sou, do que sei que não sou apenas”

Enfim, nada de novo, portanto.


os excessos de maturidade podem ser enfastiantes

As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações … Nunca compreendem nada sózinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações.

[‘O Principezinho’, Saint-Exupéry]


%d bloggers like this: