Monthly Archives: Julho 2010

post(it) da vida conjugal

 @Zé 2010

esta espontânea anotação, qual grito, dedico-a, com genuína solidariedade, a todo o oprimido e injustiçado género masculino

… coragem e abnegação, malta!

Anúncios

post(it) da vida real

Há alturas em que um homem se deve saber convocar para o silêncio. Não porque nada tenha para dizer, mas porque não tem o direito de contaminar os outros com o seu ruído.


do condicionamento das ideias

Há para tudo. Eu, por exemplo, gosto de gaiolas. Sábado encontrei uma linda, daquelas construídas em reticulado de madeira e acabei por a comprar.

Não foi difícil arranjar-lhe um canto lá por casa. Mais difícil tem sido desfazer a estranheza de quem pergunta e me ouve dizer que não, que é para ficar assim mesmo, desabitada e inútil, pois não pretendo lá pôr nenhum passarinho.

Não se pode gostar só da gaiola … e dos pássaros fora dela?


sonho de uma noite de verão

Vê-lo mais alto e mais belo que nós, mais treinado e mais dotado,

vê-lo, com coragem, a afrontar os caminhos de que nós nos desviá(va)mos,

esses caminhos que nos confrontavam com a nossa timidez e os outros,

e saber que nisso acontece toda uma forma diferente de se fazer vida

pode bem ser o “sonho de uma noite de verão”, de qualquer pai

Bravo Lizandro!


%d bloggers like this: