tic tac

Sento-me. Levanto-me. Vou à cozinha. Abro e fecho a porta do frigorífico. Abro-a de novo agora para olhar o interior. Fecho-a, não vinha à procura de fome. Visito a sala. Olho para o pátio. Conto os limões no chão. registo que ainda não comprei a vassoura.Passo para a outra sala. Ligo a televisão. Olho as imagens de alguém a falar. Passam carros ao fundo. Desligo-a. Fico indeciso onde pousar o comando. Faço-me indeciso. Passo pela outra sala. Ajeito o correio. Reviro um envelope fechado. Não tenho curiosidade em abrir. Agarro no telefone. Passo-lhe o dedo. Volto a passar para o trancar. Ajeito uma cadeira pelo caminho. Sento-me outra vez na mesa do computador. Abro o blog. Fecho-o. Volto a abrir. Escrevo isto. Nem olho. Olho o relógio. Passaram 5 minutos. Não tenho fome. Não tenho de fazer já o jantar. Não tenho nada para fazer. Não sei o que fazer. Não me apetece pensar o que possa fazer. Não faço nada.

Às vezes o tempo engole-nos, outras fica engasgado connosco.

Anúncios

2 responses to “tic tac

  • Anónimo

    gostei!! Muito humano !! A vida tem estes «cortes»!! mas não são perdas de tempo. Isso pensamos nós. Sempre com a preocupação em produzir!
    Céu Mota

    Gostar

  • Anónimo

    sempre uma simpática apreciação da s. parte Céu Mota.
    são “intervalos” que acontecem quando não estamos à espera. o filme pára, a luz da sala acende-se e como não gostamos de pipocas ficamos sem saber o que fazer

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: